Nenhum ser humano é ilegal  


Há pouco mais de um mês, 23 imigrantes marroquinos, arriscando a vida, deram à costa algarvia depois de um atribulada viagem de dois dias em alto-mar, cheios de fome e frio e em condições de saúde precária, numa embarcação sobrelotada.

Seis desses imigrantes foram entretanto repatriados, à margem da lei e sem conhecimento da sua advogada, depois de terem passado este tempo detidos. Esta madrugado outros quatro serão expulsos.

O Governo e a justiça portuguesa estão-se marimbando para o problema humano dessas pessoas. Parecem esquecer que a imigração devia ser um direito. Que as pessoas deviam ser livres de escolher onde viver. Que os imigrante apenas procuram fugir ao infortúnio, à fome, à repressão, à guerra, que o capitalismo mais selvagem lhes oferece, nas suas terras.

Em solidariedade com estes cidadão marroquinos vai ser realizada, hoje entre as 18,30 e as 22,00 horas, uma vigília, junto ao Centro de Detenção na cidade do Porto.

Os imigrantes não são ilegais. Nenhum ser humano é ilegal. Se puderem compareçam.


2 comentários

  • Helena  
    24 de janeiro de 2008 às 13:46

    Filha dum pai que emigrou um dia, deixando seu pais, so posso estar de acordo com a regularização dos emigrantes.

    Depois penso que os paises dito ricos deveriam ajudar os paises de onde vem a emigração para evitar que aja tanta pessoa a emigrar.

    Se ha emigração é porque essas pessoas não teem as condições necessarias para viver e são obrigadas a fazê-lo.
    é muito triste ver "despachar" essas pessoas para o pais de onde veem.

    Um beijinho.

  • Nelly  
    28 de janeiro de 2008 às 17:01

    Estou longe mas estou com eles de coração.

Enviar um comentário